24Ago

"Eles entraram no hospital e tomaram o cordão do pescoço de um rapaz", afirma funcionário do HRTM

Um funcionário do pronto-socorro do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) afirma que os assaltantes chegaram a entrar na unidade durante arrastão na noite desta quarta-feira (23). Quatro homens armados abordaram as vítimas do lado de fora do maior hospital da região e levaram vários pertences. Segundo Aldiclesio Maia, que é técnico de enfermagem do pronto-socorro e diretor do Sindsaude-RN, os assaltantes seguiram os servidores e acompanhante dos pacientes até a recepção da unidade. Dentro do hospital eles tomaram o cordão de uma das vítimas.

"Os meliantes começaram o arrastão na praça. Como as pessoas correram para dentro do hospital, eles seguiram as pessoas, entraram e fizeram algumas algumas abordagem dentro do hospital. Eles tomaram o cordão do pescoço de um rapaz no hospital", afirmou Aldiclesio.

Aldiclesio conta ainda que assim que perceberam que as vítimas estavam entrando em outras salas, os assaltantes retornaram e fugiram. "O meliante entrou dentro do hospital e quando percebeu que as pessoas estavam correndo para dentro de outras salas, eles voltaram, pois rapidamente havia se espalhado a notícia".

O sindicalista informou que assim que soube da notícia do assalto, foi prestar solidaridade e apoio aos colegas funcionários. Por conta da fragilidade na segurança, ele teme que esse tipo de assalto possa acontecer novamente. "Os nossos seguranças não usam arma de fogo. Usam apenas cacetetes. Infelizmente deixou todo mundo apavorado e provavelmente isso venha a acontecer mais vezes", finalizou Aldiclesio. 

Na manhã desta quinta-feira (24), a direção do Hospital deve liberar as imagens para serem analisadas pela polícia civil que ficará  responsável pelas investigações.

Foto arquivo: Marcelino Neto (O Câmera)

Deixe o seu Comentário